14 de mai de 2010

Jogos de futebol

Durante o jogo Grêmio x Santos estavamos eu e minha esposa em um local assistindo durante um churrasco corriqueiro que participamos nas quartas após uma peladinha com os amigos.
Na volta do evento flagramos os alguns gremistas em virtude da merecida vitória do Grêmio, em estado de embriagues, provocando torcedores que passavam nas ruas do rival internacional, bastava ter um carro na cor vermelha para haver manifestação, independendo do motorista ser torcedor do grêmio, eu inclusive tenho em meu carro um adesivo do Inter e uma moto que também tem o adesivo, mas a moto é azul e isso nao quer dizer que troço para o grêmio.
Mas enfim flagramos neste trajeto por duas vezes motoristas utilizando vias de uma mão só na contra-mão sob buzinaços e zoeira pelas ruas de Porto Alegre e vias de importância vital na cidade como a Felix da Cunha.
Um absurdo, o transito não é lugar para torcer e zoar em virtude da vitória de um time, sugiro que abram os estádios, praças ou ainda realizem um evento onde possa concentrar os torcedores sem utilização dos carros e com a segurança da Brigada Militar.
Isso vale para todos os torcedores seja do Inter, Grêmio, Juventude, trânsito não é local para brincadeiras.

Um comentário:

  1. Olá,

    faço parte do site do Sérgio Cabral e identifiquei que seu site abordou o tema transportes em algumas postagens (seja ligando o assunto à trânsito em geral, meios de transporte ou sustentabilidade).

    Selecionei veículos com publicações interessantes, frequencia de posts, boa visibilidade e credibilidade para enviar pautas sobre o tema.

    Esta semana: Número de mortos e feridos em acidentes caiu 21,8% em um ano de Lei Seca no trânsito

    Em um ano e dois meses de Operação Lei Seca no Rio, menos 5.037 pessoas foram vítimas de acidentes de trânsito na capital, Região Metropolitana e Baixada Fluminense. De acordo com o porta-voz da Operação Lei Seca no Rio, Carlos Alberto Lopes, a redução aconteceu graças à conscientização dos motoristas, que passaram a evitar dirigir depois de beber. Mais de 98% dos 205.168 motoristas abordados nas blitzes não estavam alcoolizados, segundo a Secretaria de Estado de Governo.

    Para ler na íntegra: http://bit.ly/LeiSecaRJ


    Estou entrando em contato por aqui, mas, caso seja de seu interesse, peço que me escreva informando seu e-mail. Desta forma, poderei enviar novas pautas diretamente a você.

    Thaisy Pecsén
    Equipe do site Sérgio Cabral
    thaisy.rio2010@gmail.com

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário ajude nosso trânsito!